Avoou: EU tava lá...

Avoou: Eu tava lá... é um "metaconto", é a história de como me tornei contadora de histórias.

 

Inicialmente intitulada Alvo: Uma história de rendas e retalhos, a narrativa nasceu em 1998, a partir de um estudo proposto por Regina Machado durante Especialização em Arte-Educação, na ECA/USP. Inspirada em meus sonhos recorrentes de menina que voava e respirava dentro d’água, escrevi a primeira versão do texto e, mais tarde, pude reconhecer este mito pessoal em dois mitos de criação brasileiros que encontrei, ou talvez tenham me encontrado.

 

Contam os índios tupi-guarani que viemos dos pássaros, contam os índios karajá que viemos dos peixes. Apresentei pela primeira vez a história em 2003 integrando o repertório Avoou: Contos Brasileiros do projeto Dançando Histórias.

E segui contando e recontando, "avoando" alto e mergulhando fundo na grande aventura humana em busca do traçado de minha própria história. Percebi que assim é possível realmente estar lá no Tempo sem tempo do "Era uma vez..." Como as crianças brincando “Faz de conta que eu era...” 

Como os contadores populares quando dizem: "Eu tava lá, minha gente!"

 

Avoou: Eu tava lá… é a história da menina Clara que busca rendar caminhos na confusa Cidade dos Retalhos, reconto da minha menina que se reencontrou nas narrativas tradicionais do Brasil.

Sim, eu "tava lá"…

O texto foi contemplado pelo Edital Proac 2017: criação e publicação de livro infantil, publicado em 2018 com ilustrações de Gra Mattar e plataforma de áudios. O projeto do espetáculo, inspirado no livro, está sendo desenvolvido junto à musicista Renata Mattar.  

Sesc Santo Andre
Sesc São Caetano
Sesc São Caetano
Sesc Santo Andre
Sesc São Caetano
Sesc Santo Andre
Sesc Santo Andre
Sesc Santo Andre