os corcundas

A História da História

Em seu livro Contos Tradicionais do Brasil, Câmara Cascudo registrou “Os Compadres Corcundas”, recolhido no Rio Grande do Norte, apresentando no final da história uma lista de suas variantes ao redor do mundo.

Eu conhecia também a versão “Os Papudos” e a história tradicional japonesa “O velho que perdeu sua verruga”, nas quais, em vez de corcundas, são papos ou verrugas que provocam incômodo nos personagens. Por fim, a contadora de histórias Fernanda Ribeiro me contou de boca mais uma versão, ouvida no interior de São Paulo. Mexe daqui, remexe de lá, dingue-lilingue, dingue-lilunga e num piscar de olhos nasceu a história que acabei de contar!

Em 2017, os alunos do curso Histórias de Boca que ministro no Instituto Brincante criaram coletivamente um divertido reconto a partir das variantes apresentadas. Em vez de corcundas ou papos ou verrugas, havia duas amigas com joanetes. E no lugar dos gnomos ou anões ou demônios, era o Saci que tava lá!

A brincadeira do dingue-lilingue, dingue-lilunga que costurei à história foi emprestada da “Estória da Coca”, conto narrado por Elba Ramalho no precioso CD Brincadeiras de Roda, Estórias e Canções de Ninar, da gravadora Eldorado. A cantiga “Constança” que aprendi em outro belo CD da Eldorado chamado Brincando de Roda e encontra variantes na pesquisa de Lucilene Silva, foi entrando na história durante os anos de espera constante pela finalização dos áudios, entre 2011 e 2018, enquanto contava “Os Corcundas” de boca, em oficinas e formações. E agora veio coroar a volta que o mundo deu.

Ficha Técnica

Os Corcundas

Conto popular adaptado por Cristiane Velasco a partir do estudo de suas variantes.

Com:

Cristiane Velasco: voz.

Amanda Ferraresi: violoncelo.

Crianças: João Pedro, João Tenucci, Alice e Tomé.

Cantigas Tradicionais:

“Dingue lilingue” (pesquisa Dona Esther Pedreira de Cerqueira, com adaptações).

Com:

Guilherme Sapotone: baixo, címbalos, caixa, pratos, apito, voz e efeitos.

Cristiane Velasco: voz.

Crianças: João Pedro, João Tenucci, Clara, Alice e Tomé.

“Constança” (recriação de Cristiane Velasco a partir de variantes da Brincadeira de Roda).

Com:

Cristiane Velasco: voz e castanholas.

Amanda Ferraresi: violoncelo e arranjos.

Fernando Almeida: violão e arranjos.

"Ninho"(recriação de Cristiane Velasco a partir de Cantiga de Ninar tradicional do Chile).

Com:

Cristiane Velasco: voz.

Guilherme Sapotone: efeitos.

Crianças: João Pedro e Dora.

© 2016 Cristiane Velasco. Todos os direitos reservados.

  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Instagram Ícone